Arquivo | março 2013

A necessidade do uso da Batina.

Batina1

A necessidade do uso da batina

Uma tirinha com um tema um pouco delicado, por ser direcionado aos nossos sacerdotes, os Cristos na Terra. Então peço que não seja entendida como um deboche, mas que seja entendida como o pedido de uma filha ao pai que ama.
É tão bonito e agradável quando entramos num ônibus ou chegamos a um lugar onde encontramos um sacerdote, o nosso coração se alegra. Aconteceu comigo no ano de 2010, quando no aeroporto, vi de longe um sacerdote, eu não resisti e fui lá pedir a bênção. Ele não estava de batina, mas pelo colarinho romano todos sabiam que ali se tratava de um padre.
O contrário, porém, costuma ser bastante desagradável. Tentei ilustrar aqui um exemplo de uma ocasião desagradável que pode ocorrer por conta da falta da batina. Nessa tirinha a pobre moça não fazia ideia de que se tratava de um padre, aquele moço bonito que sentara numa mesa próxima à sua. E como neste mundo moderno não se estranha que as mulheres façam a parte do homem, a moça deu sua investida. Agora imaginem o constrangimento dela. É apenas uma historinha ilustrada com uma pitada de humor, mas quantos padres devem ter testemunhos parecidos com este.
Minha mãe costumava dizer quando éramos pequenos, que se conhece o pau pela casca. Dizia isso quando algum de nós queria ir para a escola sem o uniforme escolar. Assim podemos dizer que se conhece um padre pela batina.
Torno a dizer, que bonito e que agradável é encontrarmos na rua um sacerdote de batina! Nós como leigos católicos ficamos tão felizes e orgulhosos de nossos pais os sacerdotes.
Padre Paulo Ricardo disse essas palavras:
“A minha batina não é um disfarce, a minha batina não é uma fantasia, a minha batina é a mortalha de um homem que morreu.”
Padre Paulo Ricardo em 22/09/2010
Um homem que morreu para o mundo, um homem que morreu para que Cristo viva. Como diz São Paulo: “Eu vivo, mas já não sou eu quem vive, é Cristo que vive em mim” (Gálatas 2,20).
Contudo, sugiro que em vez de ficarmos criticando nossos padres, que rezemos por eles, pois precisam muito de nossas orações.
Salve Maria!

 

 

Anúncios